terça-feira, 12 de março de 2013

Atleta capixaba é atropelado por ônibus desgovernado e morre em Colatina


Atleta capixaba é atropelado por ônibus desgovernado e morre em Colatina
Testemunhas relataram que Werlon pedalava na rua, próximo ao meio-fio
Werlon zacché Pretti

O ciclista e empresário Werlon Zaché Pretti, de 42 anos, morreu atropelado por um ônibus na tarde desta terça-feria (12), em Colatina. Segundo informações da Polícia Militar, a barra de direção do ônibus da Viação Joana Darc quebrou e o veículo ficou descontrolado, atingindo o ciclista, que estava parado no meio-fio. O acidente aconteceu por volta das 15h30, na Segunda Via, no bairro São Silvano. A bicicleta de Werlon foi parar embaixo do ônibus.

O ônibus bateu em um poste, que ficou totalmente danificado. A energia foi desligada no local, já que os fios ficaram expostos. O parabrisa do ônibus foi arrancado com o impacto da batida. O Corpo de Bombeiros socorreu o ciclista em estado grave para o Hospital Sílvio Avidos. Segundo eles, a vítima tinha um ferimento grave na cabeça.

Conforme os bombeiros, a passageira do ônibus Maria Moreira Hungra, de 56 anos, também teve um corte na cabeça por causa da batida e foi encaminhada para o Hospital Sílvio Avidos. A Secretaria de Estado de Saúde informou que o estado dela é estável.

A Polícia Civil fez perícia no local. O perito Carlos Léo Possato disse que não há marcas de freada no asfalto, e que será analisado o que fez o ônibus sair da pista. Ele disse ainda que o prazo para perícia ficar pronta é de 40 dias.

O motorista do ônibus foi levado para a Delegacia de Colatina para prestar esclarecimentos e confirmou que a barra de direção do veículo quebrou.

O advogado da empresa Joana D’arc, Sandro Côgo, informou que a empresa está prestando todo apoio aos familiares da vítima. Ele disse ainda que vão esperar a perícia para saber as causas do acidente, e só depois se manifestarão a respeito.

A empresa Luz Força e Santa Maria informou que já providenciou a troca do poste no local do acidente.

Werlon estava em treinamento para campeonato

O ciclista e empresário Werlon Zaché Pretti praticava corrida e natação, e na hora do acidente treinava para o Campeonato Brasileiro de Natação. O consultor de vendas e também ciclista Jailson Castro era amigo do atleta e disse que Werlon estava pedalando para melhorar seus batimentos cardíacos.

Segundo Jailson, Werlon tinha parado no meio-fio para atender o celular quando aconteceu o acidente. Jailson também disse que o amigo participava de um grupo grande de ciclistas em Colatina, e que já foi campeão brasileiro de natação de travessia.

O amigo informou que o velório será no Sest Senat. Werlon deixa esposa e duas filhas, uma de 3 anos e outra de 14 anos.

Viviane Carneiro
Fonte: Gazeta Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar,mas lembramos que não podemos aceitar ofensas gratuitas, palavrões e expressões que possam configurar crime, ou seja, comentários que ataquem a honra, a moral ou imputem crimes sem comprovação a quem quer que seja. Comentários racistas, homofóbicos e caluniosos felizmente não podemos publicar.

Postar um comentário